Um novo projeto e um convite

A caminho de casa me ocorreu a ideia para um projeto que é a confluência de uma série de outras coisas que tenho visto, lido, pensado e desejado fazer, e quero compartilhá-la com vocês.

Quem me conhece sabe que gosto da vida urbana, de caminhar pelas ruas e relatar acontecimentos pitorescos do subúrbio e da cidade.

Sabe também que gosto muito do acaso e das relações de casualidades, bem como histórias de realidades paralelas, outras dimensões, situações extraordinárias ou fantásticas.

Recentemente meu amigo Marcelo Vaz me mandou um podcast muito bacana falando sobre Psicogeografia e Teoria da Deriva (que são conceitos muito complicados de explicar, saibam tudo aqui: https://goo.gl/f55q1z).

Outro dia emprestei para minha amiga Fernanda Lacombe a série do quadrinista português José Carlos Fernandes, A Pior Banda do Mundo, e nela reli algumas histórias curtas que se passam numa cidade bastante estranha e povoada por personagens ainda mais bizarros.

Bateu, então, vontade de reler também a série de livros O Bairro, do escritor angolano Gonçalo M. Tavares, em que descreve ficcionalmente o dia-a-dia de escritores, poetas e filósofos famosos que lhe são referência e que vivem num mesmo bairro que ele inventou.

Essas coisas todas foram se acumulando em algum canto do meu cérebro.

Para coroar tudo isso, no começo do mês outra amiga, Bárbara Porto, pediu de aniversário que seus amigos lhe enviassem cartas escritas à mão.

Achei a ideia tão fascinante, porque adoro escrever e receber cartas, que decidi copiá-la e pedirei o mesmo a vocês: que me escrevam cartas como presente de aniversário (04/01).

Entretanto, quero transformar essa ideia num projeto literário e todas as pessoas que me escreverem farão parte dele.

O PROJETO

Todas as pessoas que quiserem me escrever uma carta à mão como presente de aniversário, terão seus nomes batizando uma das ruas do bairro que inventarei e onde uma série de fenômenos estranhos acontecerão.

Esse bairro será criado tendo como base o mapa do bairro em que vivo no subúrbio do Rio de Janeiro.

Apagarei o nome de todas as ruas e, à medida que as cartas forem chegando, vou batizando as ruas do bairro com o nome da pessoa que me escreveu.

Responderei todas as pessoas que me escreverem e a cada pessoa receberá um mini conto referente a um caso sobrenatural acontecido numa das ruas desse bairro, particularmente a rua que levará o seu nome.

Quanto mais pessoas toparem participar me escrevendo, mais mini contos eu escreverei e maior vai se tornando o bairro e os acontecimentos misteriosos.

Pretendo usar o meu Medium para ir publicando esses mini contos e ir mostrando aos poucos a expansão do mapa, de maneira que quem me escrever poderá acompanhar essa evolução vendo seu nome batizando as ruas do bairro.

Todos esses mini contos que escreverei para as pessoas, bem como o mapa, farão parte de um livro que pretendo publicar no ano que vem.

Como estou desenvolvendo um universo ficcional em que várias histórias em diferentes plataformas — quadrinhos, livros, peças, jogos etc — acontecerão, e todas compartilhando referências e personagens entre si, esse livro fará parte desse universo também.

Quem quiser participar do projeto me escrevendo uma carta à mão de presente de aniversário, peça meu endereço por mensagem privada. ;)

--

--

Aqui escrevo e me leio.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store